Someday everything will be fine.

Achei um tumblr legal, fui olhar… Era o meu.

"Imaginar o futuro é uma espécie de nostalgia."Quem é você, Alasca? (via declamador)
"A adversidade provoca mudanças. Alguns preferem o caminho mais fácil e mediante as diferenças optam pelo comum. Muitos sofrem por não se adaptarem à obviedade hipócrita da sociedade e têm uma vidinha de merda, bem-sucedidos porém infelizes. Eu tenho em mim um espirito revolucionário. Quero assumir integralmente meus desejos, ser pró-ativa frente à covardia padronizada do sistema que só limita e lobotomiza nossos sonhos. E existe uma forma mais perfeita de ser feliz sendo exatamente aquilo que se é por essência?"Elisa Bartlett  (via desvalorizavel)
"Há um enorme buraco no meu peito e você já dormiu."— Elisa Bartlett (via encasulada)
"A única amizade que vale é aquela que nasce sem nenhum motivo."Van Shendel.  (via gozando-ideias)
"Ainda me lembro do dia em que dissemos: seremos felizes até que a poesia nos repare. Primeiro você riu, eu gargalhei e nós casamos. Depois eu li, você ouviu e, nus, transamos. Por fim, eu lembrei, você se esqueceu e nós cansamos. Hoje, ainda que me falte você, nunca me faltará poesia. Um poema é o próprio abandono descrito em versos, diversas vezes. É o poeta em estado onírico implorando em rimas, alexandrinos, decassílabos decadentes: “Volta para mim, palavra bonita. Volta!”. Seu mundo sempre foi confuso, uma mistura moderna de Garcia Márquez com qualquer pintura de Velásquez. Você só parece amar quem pisoteia nos seus sonhos, quem tapa os seus sorrisos com lágrimas, quem lhe abandona sem roupa, sem mundo, sem beijo. Veja só: As Meninas na corte do rei parecem cortejar o seu coração. Corta a cena: seu azar foi ter vivido Cem anos de Solidão em uma única relação. Talvez por isso nada lhe emocione mais: nem o piano que toca algumas notas de jazz, nem o coração em guerra que, no peito, hasteia uma bandeira de paz. Talvez por isso nada lhe interesse mais: nem as cartas nem as caras de amor. Todas elas são ridículas, já dizia o poeta, todas elas são partículas de sentimento que não insiste mais… Contudo ainda me pego algumas vezes tateando uma sombra incompreensível que fala e que fuma e que finge estar viva. Só finge! Uma sombra precisa de luz para ser viva. Um amor precisa de vida para reluzir. Eu preciso de ambos para existir."Eu me chamo Antônio.   (via eternue)
"Felicidade boa é aquela que não cabe no sorriso."Júlia.  (via auroriar)
"Depois de tanto tempo sem escrever sobre a vida, me permiti isso de novo. A melhor sensação é saber que seus pensamentos estão no eixo certo de novo e que você vai conseguir pensar nas palavras certas pra um determinado texto que talvez não seja pra ninguém, além de si mesma. Deixo que as palavras e os pensamentos me tomem por completa e não me sinto vazia, me sinto mais satisfeita do que nunca. Há algo em mim, alguma essência de pensamentos e memórias boas, há musicas, lembranças e aquele sentimento, sim aquele mesmo… Amor. Sentada na frente do computador, fones de ouvidos e em meio a minha playlist aleatória, começa a tocar justamente a nossa primeira de tantas outras músicas que temos, “pronto, era só mais isso que eu precisava para transbordar”. Estava me lembrando de todos os nossos momentos seja lá quais bons ou ruins foram, comecei organizar os pensamentos e me perdi naquela primeira vez que te vi em um ponto de ônibus com uma amiga minha me esperando para irmos para um evento, te achei um garoto legal, mas confesso que nem passou pela minha cabeça que iríamos ter algo. E até então, não tínhamos. Lembrei da primeira vez que conversamos pelo facebook e era uma quinta feira, na qual eu cheguei atrasada no curso por sua causa, ficamos conversando quase que o dia inteiro e o assunto não acabava mais. Eu tinha acabado de sair de um relacionamento e minhas estruturas estavam completamente abaladas, e você me disse que cuidaria de mim. O tempo passou e todas as coisas fugiram do nosso controle, talvez fossemos imaturos demais e conseguimos complicar muito uma coisa que não era tão complexa assim, desde o momento que você viu que tava apaixonado por mim, você me disse e nada impediu você de falar o seu primeiro “eu te amo” quando você viu que realmente me amava. Eu sempre vou me lembrar daquele ponto de ônibus, minha perna toda rabiscada e nós dois, super sujos de porvilho colorido. Muitos outros momentos me prenderam, muitas lembranças me tomaram por completa, muitas musicas conversaram comigo e me entenderam mais que qualquer outra pessoa, muito do que há em você faz parte de mim. Lembrei daquela chuva no meio do centro, eu quase apanhando quando encostei no seu braço logo depois de um daqueles seus exames de rotina, de todas as vezes que você cuidou de mim e de todas as vezes que eu tentei cuidar de você. Lembrei de todas as nossas brigas, todas as nossas tentativas falhas de separação, todas as burradas que fizemos, todos os pedidos de desculpas e lembrei da vez que pensei ter perdido você pra sempre. Sofremos. Cada um seguiu a vida como conseguiu, cada um procurou outros braços, outros beijos, outro amor que suprisse aquela falta. Cada um por si, literalmente. Sem planos e sem todas aquelas coisas que eram só nossas. Não havia sobrado mais que sonhos. Se resumiram em um você e um eu, completamente separados, porém nem tanto… É engraçado essa parte, a parte que em momento nenhum a gente se desprendia, era melhor ser apenas amiga do que não ser nada, eu saberia conviver com isso e eu não ia morrer de ciúmes, claro que não ia. E foi assim por mais o menos 365 dias. Logo depois de eu desfazer a pior burrada que fiz na minha vida este ano, você resolve me falar tudo o que ainda sentia por mim. Eu me senti muito mais feliz do que o meu orgulho me permitia e contei tudo pra você, tudo, tudo mesmo. Me vi chorando, sorrindo, sentindo um misto de coisas que à muito tempo eu não sentia quando você me disse que queria dar mais um chance pra gente, que já tava pensando que seria o cara que aparece pra impedir o casamento com outra pessoa e que me amava. E eu consegui responder “eu acho que também te amo”. Para mim, sempre foi bem complicado falar essas três palavras, mas foi lindo ter a certeza disso no show do Skank quando você disse “eu te amo, muito, mesmo” e por uma razão que agora eu sei qual, as lagrimas jorraram nos meus olhos, eu tava tão feliz… -Eu também te amo, muito, mesmo"— Tamiris Andrade.
"Adeus você. Eu hoje vou pro lado de lá. Eu tô levando tudo de mim que é pra não ter razão pra chorar. Vê se te alimenta e não pensa que eu fui por não te amar. Cuida do teu pra que ninguém te jogue no chão. Procure dividir-se em alguém, procure-me em qualquer confusão. Levanta e te sustenta e não pensa que eu fui por não te amar. Quero ver você maior, meu bem, pra que minha vida siga a diante. Adeus você. Não venha mais me negacear. Teu choro não me faz desistir, teu riso não me faz reclinar. Acalma essa tormenta e te aguenta, que eu vou pro meu lugar. É bom, às vezes, se perder sem ter porque, sem ter razão. É um dom saber envaidecer, por si, saber mudar de tom. Quero não saber de cor, também… Para que minha vida siga adiante."Los Hermanos.
"Não sou boa companhia, não gosto de conversar. Não quero trocar ideias – ou almas. Sou apenas um bloco de pedra para mim mesmo. Quero ficar dentro do bloco sem ser perturbado. Foi assim desde o começo. Resisti a meus pais, resisti à escola e depois resisti a tornar-me um cidadão decente. O que quer que eu fosse, fui desde o começo. Não queria que ninguém mexesse com isso. E ainda não quero."Charles Bukowski.